Ansiedade e Compulsão Alimentar: Qual a relação entre elas?

  • Seja avisada(o) em seu e-mail sempre que sair uma nova publicação minha

    Enviaremos em seu e-mail quando tivermos novas publicações, dicas, e também receitas para ajudar com o seu emagrecimento saudável e consciente.

Ansiedade e Compulsão Alimentar: Qual a relação entre elas?

Você se acha uma pessoa ansiosa, e tem frequentemente episódios e compulsão alimentar? Talvez você não tenha ainda feito a relação entre as duas coisas, mas a ansiedade está intimamente ligada à compulsão alimentar.

Ansiedade e Compulsão Alimentar: Qual a relação entre elas?

De fato, segundo estudos, 37% das pessoas que são diagnosticadas com compulsão alimentar também sofrem de algum transtorno de ansiedade.

Primeiro é importante esclarecer que a ansiedade é um mecanismo natural do nosso corpo, que ajudou o homem durante todo o processo evolucional, e que tem objetivo nos preservar. Ele se manifesta em algumas situações de perigo (seja real ou imaginário), mas muitas vezes no mundo moderno em que vivemos – cheio de situações estressantes – nosso corpo pode confundir os sinais e podemos começar a sofrer de transtornos até mesmo físicos ocasionados pela ansiedade.

Sim, você entendeu certo. Você pode ter alguns sintomas físicos no seu corpo em decorrência da ansiedade.

No vídeo abaixo eu explico melhor como funcionam esses mecanismos no nosso cérebro, eu quero que você depois tire uns minutinhos para assistir, pois aqui vou focar mais em como a ansiedade pode nos atrapalhar em nossos esforços de emagrecimento e proporcionar episódios de compulsão alimentar.

Aqui vão apenas alguns dos sintomas da ansiedade que são mais comumente relatados:

Falta de concentração;
Sensação que algo ruim acontecerá;
Tensão e nervosismo constante;
Não controla os pensamentos;
Insônia;
Irritabilidade;
Braços e pernas agitados;
Preocupação exagerada;
Falta de ar ou respiração ofegante;
Batimentos cardíacos aumentam;
Aperto ou dor no peito;
Sudorese;
Tremor nas mãos ou partes do corpo;
Boca seca;
Sensação de cansaço e fraqueza.
Náusea;
Diarreia ou dor de barriga;
Tensão muscular entre outros.

Mas então qual a relação entre a ansiedade e a compulsão alimentar? Melhor dizendo, como a ansiedade pode te favorecer episódios de compulsão alimentar?

Nos episódios de compulsão é muito comum ingerir uma alta quantidade de carboidratos, e açúcares refinados, o que vai aumentar os níveis de insulina no sangue, e a insulina é o hormônio que favorece os acúmulos de gordura corpora. Em outras palavras, quanto mais insulina, mais você vai acumular gordura, na forma daquele culote, da barriguinha, aquelas gordurinhas na cintura… enfim, tudo aquilo que você luta para eliminar, mas persiste aí em você.

E isso acontece porque o açúcar libera uma substância muito poderosa, a serotonina, que é o hormônio do bem estar… e quanto você não está bem, é tudo que você quer não é?

Ansiedade e Compulsão Alimentar: Qual a relação entre elas?

E além disso, quando você está ansioso, seu corpo libera várias substâncias, como o cortisol e adrenalina, que também são substâncias que quando estão aumentadas no nosso corpo, vão favorecer um acúmulo de gorduras. Principalmente na região abdominal.

Além de ser fundamental tratar o emocional e o psicológico nos casos acima – afinal, se você estiver com pressão alta você vai se medicar não é? Então quando os problemas estão na mente não são menos importantes e não devem ser ignorados – existe algo simples que você pode mudar na sua alimentação para te ajudar a controlar os episódios de fome.

A compulsão precisa ser tratada na mente, mas se você adotar uma alimentação com menor ingesta de carboidratos (mais comumente conhecida como low carb) você perceberá que após algum tempo (sim, seu corpo precisa de alguns dias para se ajustar) a sua fome diminuirá muito, e se você estiver paralelamente cuidando da sua mente (veja AQUI como)

Então as dicas finais são: Cuida da mente primeiro, mas em paralelo comece a adotar a dieta Low carb (mais para frente vamos falar como evoluir da dieta para um estilo de vida saudável). Ela vai te ajudar a melhorar a qualidade do sono e do humor. Excesso de açúcar no sangue gera ansiedade e irritabilidade. Menos açúcar no sangue é sinônimo de um sono mais reparador e de um humor mais estável e menos episódios e compulsão alimentar.

Além disso, exercícios físicos também ajudam nesse processo de relaxamento, pois os exercícios também ajudam a liberar endorfinas.

Evite também se sentir culpada por estar acima do peso, pois a culpa é um dos maiores alimentos da ansiedade.

Espero que gostem do post, e até o próximo!

Tags:
Como emagrecer usando a Hipnose

Essa pode ser sua maior aliada na luta contra a balança!

Quero Baixar Agora!

Olá, deixe seu comentário para Como perder peso usando sua mente?

Enviando Comentário Fechar:/